Pesquisar este blog

Carregando...

Cuca de Goiabada e Requeijão com Massa Fermentada, SEM Sovar

17 de julho de 2014

Nunca havia comido uma cuca na vida, mas quando provei a primeira, a qual fiz há algumas semanas atrás, caí de amores por este tipo de pão, tão diferente de todos os que já fiz, e tão saboroso! 

A massa desta cuca é tão delicada como a de uma pizza alta, e a cobertura, puxa, que coisa mais primorosa. Não vou falar mais, você precisa provar para saber o tanto que é sublime sentir se desmanchar na boca o conjunto perfeito formado pela massa, goiabada, requeijão e farofa crocante... Huuumm, é simplesmente maravilhoso.

Créditos: A massa foi retirada da receita de Cuca Alemã de Chocolate e a cobertura, da receita de Cuca de Goiabada e Requeijão, ambas do blog Imagem do Sabor

Foto 3: Massa após manipulada: fica bem mole e grudenta.

Foto 4: Massa após dobrar de volume.

Foto 5: Cuca antes de ir ao forno, coberta por tiras horizontais de goiabada, alternadas com colheradas de requeijão, e polvilhada com a farofa de manteiga, farinha e açúcar.

Receita Cuca de Goiabada e Requeijão com Massa Fermentada, SEM Sovar

Ingredientes: *Xícara de chá: 200ml
Massa
1. 500 gramas de farinha de trigo para pão (uso Finna: 12% de proteína)
2. 150g de açúcar refinado 
3. 4g de sal 
4. 10g de fermento biológico seco instantâneo

5. 2 ovos grandes (60g cada, pesado com casca) 
6. 120g de manteiga SEM sal amolecida (usei Tirolez) 
7. 285g de água morna* 

Cobertura
• 400g de goiabada picada (usei Palmeiron)
• 100ml de água
• 200g de requeijão de bisnaga Itacolomy (era 1 copo de requeijão, mas eu não tinha)

Farofa
• 1 xícara de farinha de trigo (115g) (usei Finna)
• 1 xícara de açúcar refinado (150g)
• 90g de manteiga com sal gelada e picada (usei Betânia)

Preparo
1. Cobertura de Goiabada: Comece picando a goiabada e leve ao fogo baixo com os 100ml de água. Mexa de vez em quando para ajudar a desmanchar os pedaços. Se necessário, acrescente mais água. Deixe no fogo até ficar uma goiabada cremosa e sem pedaços. RESERVE.

2. Massa: Coloque os ingredientes secos 1 a 4 numa tigela grande e misture com uma colher de pau. Abra um buraco no centro dos ingredientes secos; misture os ovos com a manteiga e ponha dentro buraco, misturando ligeiramente. Acrescente aos poucos a água e vá misturando, inicialmente com uma colher de pau e, quando a massa ficar pesada, com a mão. A massa deve ficar mole e grudenta (Foto 3). Bata a massa um pouco com a mão até ficar lisa (bati com a própria colher de pau). Deixe descansar até dobrar de volume (levou 1:00 hora) (Foto 4).

3. Enquanto espera a massa descansar: unte com margarina e polvilhe com farinha de trigo uma assadeira retangular grande de 40x26x3,5cm. 

4. Enquanto espera a massa descansar, faça a farofa: misture com as mãos o açúcar, a farinha de trigo e a manteiga gelada picada. Forme flocos grandes com as mãos (ou pequenos, se preferir). RESERVE.

5. Assim que a massa dobrar de volume: acenda o forno a 180º.

6. Depois que a massa dobrar de volume: espalhe-a na assadeira, molhando levemente os dedos com água para ajudar a distribuí-la no fundo da assadeira (usei uma espátula de silicone para espalhar). A massa é elástica e é preciso fazê-la ocupar toda a extensão da forma, portanto, tenha um pouco de paciência para espalhá-la (à proporção que o glúten relaxa, vai ficando mais fácil essa tarefa). Após espalhá-la, deixe a massa voltar a crescer (uns 10 minutos) e distribua a goiabada formando tiras paralelas e largas, na dimensão mais curta da assadeira. Ponha colheradas do requeijão entre as tiras de goiabada. Distribua, por cima, a farofa (Foto 5). 

7. Leve para assar por aproximadamente 35 minutos, ou até ficar corada. Aos 30 minutos, gire a parte da frente da forma para trás para corar por igual (forno a gás). Quando retirar, ponha sobre uma grade. Sirva morna ou fria. Se quiser desenformar, aguarde esfriar completamente. 

*A minha massa pegou 35g de água a mais que a da receita original, que levou 250g. Recomendo que você use inicialmente 250g e, se a massa ficar dura, acrescente água aos poucos.

Torta de Maçã no Pão de Forma: com Passo a Passo

28 de junho de 2014

Vagando neste imenso mundo da blogosfera, encontrei esta receita de Torta de Maçã, a qual me chamou atenção por ser diferente de todas as tortas de maçã que eu conhecia, exatamente por usar pão de forma para substituir as tradicionais massas de farinha de trigo, manteiga, ovo etc... Resolvi então experimentá-la, e grande foi a minha surpresa ao comê-la e não ser capaz de perceber a presença do pão na torta. Além disto, classifiquei-a como muito delicada, algo que se desmancha na boca deixando aquele gostinho muito suave de maçã e canela, que me encantou. Quem sabe se vocês não se encantem também!?

Créditos: Torta de Maçã no Pão de Forma do blog Mundo do Sabor. Como é de praxe, dei meus pitacos e fiz mínimas alterações na receita original

Passo a Passo
Foto 3: Fatias de pão de forma distribuídas no fundo do marinex untado. Foto 4: Lâminas finas de maçã espalhadas por cima das fatias de pão de forma e polvilhadas com canela, após as fatias terem sido regadas com metade do creme do liquidificador.

Foto 5: Passas espalhadas por cima das maçãs. Foto 6: Segunda camada de fatias de pão de forma: dispostas sobre as lâminas de maçã.

Foto 7: Fatias de pão regadas primeiramente com o restante do creme do liquidificador e, a seguir, com o leite condensado. Foto 8: Leite condensado espalhado com uma colher.

Foto 9: Torta após ter sido assada e levada ao grill por 5 minutos para tentar derreter o açúcar refinado (e não derreteu!). Foto 10: Uma visão mais lateral da fatia da torta.

Receita de Torta de Maçã no Pão de Forma

Ingredientes: *Xícara de chá: 190ml *Colher de chá: 3ml
1. 1 ovo médio
2. 2 gemas
3. 1 xícara de chá de açúcar refinado (150g)
4. 2 xícaras de chá de leite integral (380ml)
5. 1 colher de chá de essência de baunilha (3ml)

6. 1 caixinha de creme de leite (200g)

7. 12 fatias de pão de forma SEM casca
8. 4 maçãs cortadas em lâminas bem fininhas (560g com casca)*
9. Canela em pó para polvilhar as lâminas de maçã
10. 100g de passas pretas sem sementes
11. Leite condensado para regar (220g, aproximadamente)

12. 15g de açúcar granulado misturado com canela para polvilhar

Preparo
1. Descasque as maçãs e corte-as em lâminas bem finas. Coloque-as num depósito fechado com tampa. RESERVE.

2. Acenda o forno a 180º.

3. Unte com margarina um marinex pequeno de 26x16x4cm. 

4. No liquidificador: bata o ovo, as gemas, o açúcar, o leite e a baunilha em velocidade média baixa, por 2 minutos. Desligue. Adicione o creme de leite e ligue rapidamente o pulsar só até incorporá-lo.

5. Disponha uma camada de fatias de pão no fundo do marinex (Foto 3). Despeje metade do creme batido no liquidificador e distribua as lâminas de maçã. Polvilhe canela em pó (Foto 4) e espalhe as passas (Foto 5). Distribua por cima outra camada de fatias de pão (foto 6) e verta a outra metade do creme do liquidificador. Regue com o leite condensado (Foto 7) e espalhe-o com uma colher (Foto 8). 

6. Leve para assar por aproximadamente 35 minutos ou até dourar. Quando retirar a torta do forno, coloque-a sobre uma grade e imediatamente polvilhe a mistura de açúcar granulado** e canela (Fotos 2 e 9). Deixe amornar e sirva (Fotos 1 e 10).


*Usei maçã Gala.

** Polvilhei com canela e açúcar refinado. Deu zebra, pois ele não derreteu. Então acendi o grill e deixei a torta no forno, na grelha mais alta, por 5 minutos. O açúcar não derreteu de forma alguma, mas o pão ficou coradinho e mui delicioso.

Bolo Bem Bom: de Café com Chocolate

3 de junho de 2014

Uma receitinha para lá de gostosa! E rápida! Este último atributo já me inclina a gostar de uma receita... Mas vamos falar a verdade, toda a verdade. O bolo é muito saboroso e ligeirinho foi embora, porque todos aqui de casa o adoraram. Contudo, deu-me um bom trabalho, por um pequeno problema: temperatura e tempo de forno estabelecido na receita original como "forno baixo por aproximadamente 25 minutos". Só da quarta vez foi que acertei, com 170º de temperatura de forno e 23 minutos de cozimento. É isto aí, há receitas que só se tornam rápidas depois de muita demora em testes.

Voltemos ao bolo. Olhe a foto de baixo: você jura que o chocolate está duro, no entanto, quando tira um pedaço e coloca no prato, ele começa a escorrer e a dar um brilho lindo, como se fora as lavas de um vulcão descendo montanha abaixo... É de uma beleza incrível! Olhe a foto de cima e veja se estou exagerando...

Bem, não sou grande apreciadora de bolos muito doces, mas este, apesar de sê-lo, é tão gostoso, tão "bem bom", que comi e repeti todas as vezes. Ótima recomendação, não é?

Créditos: Blog Rainhas do Lar: em Receitas das Comadres, enviada por Haigli Fensterseifer. Fiz pequenas alterações na receita.

Ingredientes *Colher de sopa: 15ml 
Massa
1. 1 pacote de mistura para bolo sabor café, capuccino ou chocolate (usei de café, da São Brás*)
2. 1 ovo médio
3. 2 colheres de sopa cheias de manteiga (60g)

Cobertura
1. 1 ovo médio
2. 1 lata de leite condensado
3. 1 pacote pequeno de coco ralado (50g)

4. 1 barra de chocolate meio amargo cortado em cubos (150g) (usei Garoto, 40% de Cacau. É, diminuiu o cacau! Passou de 55% para 40%, e o peso, de 170g para 150g)**
5. Chocolate em pó para polvilhar (ou capuccino)

Preparo
1. Acenda o forno a 170º.

2. Unte com margarina uma travessa de vidro redonda (usei Nadir de 25x5,5cm)

Massa
1. Coloque o pó para preparo de bolo numa tigela média. Ponha o ovo num prato fundo e bata só até espumar; derrame-o sobre o pó para bolo. Adicione a manteiga e misture inicialmente com um garfo e, depois, amasse com as mãos, formando uma farofa úmida (o meu ficou um bolo de massa). Desmanche a farofa (ou a massa) com as mãos, deixando cair os pedaços sobre o fundo da travessa de vidro. Onde ficar buraco, isto é, faltando massa, arranque uma porção de um pedaço maior e coloque no buraco, pressionando-a delicadamente. Se apertar a farofa contra o fundo da tigela, ao assar, as bordas do bolo sobem e o recheio afunda no centro (“aqui fala a voz da experiência!”). RESERVE.

Cobertura e Montagem
1. Bata o ovo com um garfo num prato fundo, só até espumar. Despeje-o numa tigela média e acrescente o leite condensado e o coco ralado; misture bem com uma colher de pau. Verta esta mistura por cima da farofa e espalhe-a com ajuda da colher de pau. Distribua uniformemente os cubos de chocolate e polvilhe com o chocolate em pó (ou capuccino). 

2. Leve para assar por aproximadamente 25 minutos (deixei só 23 minutos). Quando retirar, ponha sobre uma grade. Sirva morno, quase quente. Os pedacinhos de chocolate derretidos matam qualquer um de alegria! Se gostar, use uma bola de sorvete de creme para acompanhar.


*Dica para os Cearenses: comprei a Mistura para Bolo de Café, da São Brás, no Pão de Açúcar Náutico. Da primeira vez, estava na mesma prateleira dos cafés. Depois, encontrei-a junto aos pacotes de mistura para bolo de diversas marcas.

**Dica: Como gosto de cortar o chocolate em cubinhos relativamente uniformes, ele precisa estar um pouco maleável. Para tanto, corto a barra em três pedaços em cima de uma tábua pequena de PVC e levo ao microondas, na própria tábua, por 25 segundos, na potência média. Confiro para ver se ficou maleável, cortando um pedacinho com uma faca. Se não está bom, volto ao microondas por mais 10 segundos, sempre usando a potência média. Se acaso fica mole demais, ponho por 1 minuto na geladeira e então corto os cubinhos facilmente. OBS: 1) este tempo de microondas é válido para o chocolate meio amargo especificado na receita; 2) Quanto mais velha a barra de chocolate, mais tempo leva no microoondas.

Pão de Tomate Seco e Manjericão: Sovado na MFP

24 de maio de 2014

Uma da minhas grandes paixões é a associação de tomate seco e manjericão, o que pode ser visto pelas receitas que já publiquei: Patê de Ricota e Tomate Seco e Pastel de Forno com Tomate Seco e Polenguinho -- ambas também levam manjericão--, o pão que ora publico, e outras receitinhas "guardadas na manga" para apresentar-lhes futuramente.

E para ser franca, este Pão de Tomate Seco e Manjericão é dos deuses!!! Uma perfeição de massa, com textura macia e supersaborosa, por contribuição especial da sêmola, além de um recheio maravilhoso mesclado de requeijão, parmesão fresco, orégano, tomate seco e manjericão. Uma riqueza, não é? Sinceramente, vale a pena experimentar...

Créditos: 1) Massa: baseada na receita da massa de Pão de Salame da mamãe, onde fiz diversas alterações; 2) Recheio: criação minha.

Foto 3: Massa aberta com rolo e recheada; Foto 4: Pão pincelado com gema, imediatamente antes de ir ao forno.

Receita de Pão de Tomate Seco e Manjericão: Sovado na MFP

OBS: Antes de iniciar a receita, veja DICA, abaixo desta, para saber do funcionamento da sua MFP.

Ingredientes *Xícara de chá: 190ml 
1. 260g de leite integral em temperatura ambiente 
2. 1 ovo médio (57g, pesado com casca) 
3. 70g de manteiga com sal ligeiramente amolecida
4. 10g de sal 
5. 1 ½ colher de sopa rasa de açúcar
6. 250g de farinha de trigo para pão*(1) (uso FINNA)
7. 250g de Sêmola de trigo (Usei DE CECCO, di Grano Duro)**(2)

8. 7g de fermento biológico instantâneo seco 

9. 1 ovo ligeiramente batido para pincelar

Recheio
1. 200g de requeijão cremoso em bisnaga (usei Itacolomy)
2. 2 pacotes de queijo parmesão ralado grosso (160g) (usei Faixa azul) 
3. Orégano para polvilhar
4. 180g de tomate seco picado, escorrido o azeite 
5. ½ xícara chá de folhinhas de manjericão


PREPARO -- MFP, no Ciclo MASSA (nº8): 

1. Prepare uma assadeira retangular grande de borda baixa de 40,5x30,5x1,7cm forrando-a com um silpat ou unte-a com margarina e polvilhe com farinha de trigo. RESERVE.

2. Remova as folhas de manjericão e reserve-as numa caixa fechada.

3. Na MFP: Acrescente na cuba os ingredientes 1 a 7, nesta ordem. Cave um buraco na farinha e ponha o fermento. Encaixe a cuba na máquina, escolha a Opção 8 (Ciclo MASSA), marque 8 minutos num timer, ligue a máquina e imediatamente o timer:

4. Quando o timer alarmar aos 8 minutos, desligue a tomada e inverta a massa***(3). Religue a tomada.  Marque, então, 4 minutos no timer. Quando o timer alarmar --tempo de formação do ponto de véu****(4)--, desligue novamente a tomada. Retire a massa e o batedor da cuba, colocando a massa sobre a bancada. Passe um pouco de óleo na cuba com um pincel e também na superfície da massa. 

5. 1º descanso da massa: Volte a massa para a cuba, cubra com um saco plástico, e deixe descansar por 30-40 minutos ou até QUASE dobrar de volume, num local sem vento. 

6. Enquanto espera o 1º descanso da massa: Seque com papel-toalha o excesso de azeite do tomate seco e pique-o. RESERVE.

7. Após o 1º descanso: POLVILHE a massa com um pouco de farinha de trigo e vire a cuba sobre a bancada ligeiramente enfarinhada, deitando aí a massa. Abaixe-a com os dedos, para eliminar as bolhas de ar maiores, movimentando-os SEMPRE do meio para os lados, dando a forma aproximada de um retângulo. Abra com rolo formando um retângulo de 36x43cm*****(5). Passe uma camada de requeijão com as costas de uma colher de sopa, deixando livres uns 2cm em todas as margens do retângulo. Polvilhe o queijo parmesão e pressione-o suavemente com as mãos para ligá-lo ao requeijão. Depois, polvilhe o orégano; espalhe os tomates secos e, a seguir, as folhas de manjericão. Passe água com o dedo nas bordas dos dois lados maiores e na borda de um dos menores do retângulo. Enrole como rocambole pelo lado menor de 36cm que não foi molhado. Una a borda do fim do rocambole com a massa deste, apertando-as com os dedos e ponha a emenda para baixo. Aperte as pontas do rocambole e dobre-as para baixo. 

8. 2º descanso da massa: Transfira o pão para a assadeira com ajuda de uma espátula meia-lua e deixe descansar, coberto com plástico, por 30 minutos ou até QUASE dobrar de volume. 

9. Aos 15-20 minutos do 2º descanso, acenda o forno a 180º.

10. Quando terminar o crescimento do pão: Pincele-o com o ovo batido e leve para assar por aproximadamente 35 minutos. Gire a parte da frente da forma para trás aos 25 minutos, e novamente aos 30 minutos (forno a gás). Aguarde amornar e sirva.


DICA: Teste antes a sua panificadora para saber se ela tem memória, isto é, se DESLIGANDO-SE a MFP na tomada, ao religá-la, o Ciclo ou Programa que estava sendo processado continua do ponto em que havia parado quando a tomada foi desligada. A minha é uma Britânia Multi Pane 2p e já desliguei a tomada por até 35 minutos consecutivos e, quando religuei-a, o Ciclo Pão Sanduíche, o qual estava usando, continuou do ponto em que havia parado.

*(1): A farinha de trigo ideal para fazer pão deve conter elevada percentagem de proteínas, já que a textura da massa do pão resulta da formação de glúten, uma proteína. Os livros recomendam uma percentagem de 12% ou mais de proteínas. Para saber qual a melhor farinha de trigo, veja no quadro Informação Nutricional, impresso atrás da embalagem, a quantidade de Proteínas em 50g gramas de farinha. Se está escrito 5g, então há só 10% de proteínas, sendo esta farinha melhor para bolos, onde se deseja pouco glúten. Se está escrito 6g, então há 12% de proteínas, sendo ela boa para fazer pães devido à maior quantidade de glúten que pode ser gerado. Aqui em Fortaleza, a única que encontro com 12% de proteína é a FINNA.

**(2): Se quiser substituir a sêmola por farinha de trigo para pão, precisa reduzir o leite de 260g para 255g, pois a farinha para pão necessita de menor hidratação que a sêmola. Obs: Como não estava encontrando a Sêmola De Cecco aqui em Fortaleza, comprei a Sêmola Italiana Caputo no site Rua do Alecrim, todavia ainda não experimentei.

***(3): Ao inverter a massa, obtém-se uma sova mais homogênea.

****(4): Veja Ponto de véu no blog Deb Gigovate.

*****(5): Aconselho, a quem não tem muita experiência, a dividir a massa ao meio e fazer dois pães, pois é difícil transferir um pão grande da bancada para a assadeira.


Brownie Cheesecake de Limão Fácil e Delicioso

14 de maio de 2014

Por adorar a combinação de chocolate e limão, resolvi fazer este Brownie Cheesecake de Limão na horinha que vi a receita, e realmente ficou espetacular. O diacho é que o pessoal daqui não comeu, literalmente devorou o brownie, fazendo desaparecê-lo como se fosse mágica...

Quanto a estar mais enfeitado que bloco de carnaval, deveu-se ao fato de eu estar, na época, aprendendo a fazer caracol de chocolate usando diferentes instrumentos e marcas de chocolate. Então aproveitei os caracóis que havia feito, espalhando-os por todo o cheesecake. Ninguém sequer notou que eles poderiam ser os primórdios de uma futura obra de arte (brincadeirinha!), e foram apreciados simplesmente porque eram de chocolate...

Brincadeiras à parte, esta é uma receitinha mui fácil, mas que encanta a todos os paladares. E que encantará também ao seu, se você decidir fazê-la...

Créditos: receita de Torta Gelada de Limão com Brownie do site M de Mulher.


Foto 3: Faquinha enfiada na lateral do cheesecake para soltá-lo da forma. Foto 4: Mostra a faquinha usada e, do lado direito, o cheesecake solto da forma com a ajuda dela.


Foto 5: Placa salva-bolo usada para remover o cheesecake da base da forma e transferi-lo para o prato de servir. O cabo de panela tachado na placa foi ideia do Cipriano (my love) para facilitar o manuseio da mesma. E ficou ótimo! Foto 6: Peeler horizontal da Oxo usado para raspar as quinas da barra de chocolate, formando os caracóis serpentina. Foi o melhor de todos os descascadores que experimentei para fazer este tipo de caracol. 

Receita do Brownie Cheesecake de Limão Fácil e Delicioso

Ingredientes *Xícara chá: 190ml *Colher de sopa: 15ml
A) Brownie
. 1 caixa de mistura pronta para brownie Dona Benta ou outra marca (uso Dona Benta)

B) Cobertura de Cheesecake de Limão 
1. 2 potes de cream cheese tradicional (440g) (uso Polenghi: é mais consistente)
2. 1 ½ xícara de chá de açúcar de confeiteiro peneirado (180g) (uso Glaçucar) 

3. 1 lata de creme de leite COM soro 
4. 8 colheres de sopa de suco puro de limão coado (120ml) (4 limões grandes)

5. 1 pacote de gelatina em pó sem sabor (12g) preparado conforme instruções da embalagem

Preparo
A) Brownie
1. Acenda o forno a 220°. 

2. Unte com margarina e polvilhe com farinha de trigo SOMENTE o fundo de uma forma* com fecho de abrir de 23cm de diâmetro. 

3. Prepare a mistura para brownie de acordo com as instruções da embalagem, (mas use manteiga; com margarina fica ressequido). Espalhe a massa no fundo da forma com ajuda de uma espátula de silicone.

4. Leve para assar por 20 minutos ou até que um palito enfiado no meio do bolo saia com farelos úmidos grudados nele. Retire o brownie e deixe-o amornar na forma, sobre uma grade.

B) Creme Cheese
1. Enquanto espera o brownie assar: Pese ou meça o açúcar de confeiteiro e peneire numa tigelinha. RESERVE. Esprema os limões e coe numa xícara de chá. RESERVE.  

2. Enquanto espera o brownie amornar: bata na batedeira, na velocidade média, o cream cheese e o açúcar até obter uma mistura homogênea e fofa. Ponha a batedeira na velocidade baixa e acrescente o creme de leite com soro, batendo somente até incorporá-lo. Adicione o suco de limão e bata também só até incorporá-lo. Prove o creme para ver se precisa acrescentar mais açúcar ou suco de limão para ficar do seu gosto. 

3. Prepare a gelatina conforme instruções da embalagem e verta-a imediatamente na tigela da batedeira, batendo só até incorporá-la. Se ficar embolotado (o meu ficou), ponha o creme no liquidificador e utilize a função pulsar até ele ficar homogêneo (volte o creme para a tigela da batedeira). Dê umas pancadinhas na tigela sobre a bancada para sair as bolhas de ar maiores. Cubra a tigela com filme de PVC e leve à geladeira por 10-15 minutos para engrossar um pouco o creme. 

4. Quando retirar o creme da geladeira, dê uma misturada com uma colher de sopa e verta-o então sobre o brownie. Alise a superfície, delicadamente, com uma espátula de silicone, cubra a boca da forma com filme de PVC e leve ao freezer por 1:30h ou até o creme ficar bem consistente**. Para desenformar: Passe uma faquinha de lâmina fina ao redor do bolo e do creme (fotos 3 e 4) para soltá-los da parede lateral da forma. Abra o fecho da forma e retire cuidadosamente o aro. Remova o cheesecake da base da forma e transfira-o para o prato de servir com ajuda de uma placa salva-bolo (Foto 5) ou de uma faca de carne grande. Deixe na geladeira até a hora de servir. Se desejar, decore com raspas de limão ou com caracóis de chocolate tipo serpentina ***.


*Se você untar a lateral, o brownie se solta das bordas da forma após assar e esfriar, e o cream cheese, quando vertido sobre o bolo, descerá para este espaço, cobrindo as paredes laterais do brownie.

**Gosto de levar ao freezer porque o brownie fica quase congelado e não quebra na hora de desenformar. Não se preocupe que o creme cheese não congela neste tempo de 1:30 hora no freezer.

***Decoração com caracóis de chocolate tipo serpentinas: fiz com Peeler Horizontal da Oxo, raspando as quinas da barra de chocolate Harald Confeiteiro Cobertura Fracionada, sabor chocolate ao leite, em temperatura ambiente (foto 6).

Gratinado de Batata e Atum

10 de maio de 2014

Após quatro meses de luta (e algumas brigas!), consegui publicar uma receita com as fotos perfeitas. Bom, o importante é que consegui; vamos esquecer o resto então...

Este Gratinado de Batata e Atum é uma receita extremamente prática, rápida e deliciosa. Além de poder ser servido como prato principal, como acompanhamento ou como lanche. Quanta versatilidade, não é? Então aproveite e faça na primeira ocasião que surgir, com a certeza de que familiares e amigos vão adorar...

Créditos: Baseado na receita de Gratinado de Batata e Atum  do blog Cozinhando com Aline. Fiz algumas alterações na receita original.

Passo a Passo:

Foto 3: Marinex untado com duas camadas de batata distribuídas e uma de atum, intercalada; Foto 4: Segunda camada de atum espalhada sobre a segunda camada de batata.

Foto 5: Creme vertido sobre o atum; Foto 6: Mussarela ralada espalhada, antes de ir ao forno.

Receita de Gratinado de Batata e Atum

Ingredientes  *Xícara de chá: 190ml *Colher de sopa: 15ml *Colher de café: 2ml
1. 1 kg de batata
2. 3 latas de atum sólido em óleo, escorrido (510g)

Creme
3. 1 lata de creme de leite com soro
4. 1 xícara de chá de leite (190ml)
5. Duas pitadas de pimenta do reino branca
6. 2 ovos médios (58g cada, pesados com casca)
7. 2 colheres de sopa rasas de manteiga (30g)
8. 1 colher de sopa rasa de farinha de trigo (7g)
9. 1 colher de café rasa de sal

Cobertura
10. 300g de mussarela ralada grossa para polvilhar 


Preparo
1. Descasque e corte em rodelas as batatas. Cozinhe em água e sal até ficarem “ao dente”*, e escorra-as. RESERVE.

2. Acenda o forno a 180º.

3. Unte com margarina um marinex retangular médio de 30x20x4cm.

4. Distribua metade das batatas no fundo marinex e espalhe por cima metade do atum. Repita este mesmo procedimento (batata + atum). RESERVE.

5. No liquidificador: bata os ingredientes 3 a 9 e verta este creme sobre o atum. Cubra com a mussarela ralada e leve ao forno por 20 minutos. Aumente a temperatura para 200º e deixe gratinar por 5 minutos. Aumente novamente a temperatura para 220º e deixe gratinar por mais 5 minutos. Retire e coloque sobre uma grade para amornar um pouco (uns 5 minutos) e sirva acompanhado de arroz branco ou de uma salada verde.  E veja que maravilha!

*Para ficarem “ao dente”, deixe-as durante 4 minutos após levantar fervura e escorra-as.

Bolo de Milho de Lata Delicioso, de Liquidificador

12 de janeiro de 2014


Logo depois que publiquei o Bolo de Milho Fofo com Kimilho -- que acho simplesmente maravilhoso--, vi no blog da Marly, o Saboreando a Vida,  este Bolo de Milho de Lata Delicioso, que é um pecado de tão saboroso. Já fiz diversas vezes para nós aqui em casa, e dei outras tantas para pessoas amigas. Todo mundo amou, pois é realmente delicioso. Experimente e veja por si mesmo(a)!

Aproveite e veja as receitas e a arte da Marly no Saboreando a Vida, onde tudo é feito com esmero, beleza e sabor.


Ingredientes *Use a lata vazia do milho como medida (328ml) *Colher de sopa: 15ml *Colher de café: 2ml *Todas as Medidas são Rasas
1. 1 lata com 200ml de leite de coco + restante da lata de leite de gado (205g de leite de coco+ 125g de leite de gado= 330g)*
2. 3 ovos médios (57-58g com casca; total =171g ou 174g)
3. 1 lata de milho verde, drenada a água (200g) (uso Swift)
4. 130g de manteiga
5. 1 colher de café (10 gotas) de essência de baunilha
6. 1 lata de açúcar refinado (234g)

7. 1 lata de farinha de milho KIMILHO da Yoki  (213g)
8. 1 colher de sopa de fermento em pó
9. 50g de coco ralado (uso DUCOCO)

Preparo
1. Acenda o forno a 200º. 

2. Unte com margarina uma forma redonda de anel de 24x8,5cm (uso Eirilar)

3. Na tigela grande da batedeira: Misture os ingredientes secos 7 a 9. RESERVE.

4. No liquidificador: Ponha os ingredientes 1 a 6, nesta ordem, e bata por 2 minutos na velocidade máxima. Despeje esta mistura, aos poucos, sobre os ingredientes secos da tigela grande e misture com uma colher de pau até obter uma massa homogênea (cerca de 1:30 minuto), na qual não se sinta mais o peso do milho ou do açúcar na colher de pau – os quais ficam no fundo da tigela.

5. Verta na forma e leve para assar por aproximadamente 50 minutos. Marque os primeiros 40 minutos e gire a parte da frente da forma para trás (forno a gás) para corar por igual. Retire quando estiver corado e o palito enfiado no centro do bolo sair limpo. Deixe amornar 20 minutos sobre uma grade. Para ficar com o lado corado pra cima, desenforme duas vezes: a primeira numa assadeira de pizza e a segunda, no prato de servir. E se deleite com esta delícia!!!

*Uso 1 garrafinha de leite  de coco SOCOCO (200ml),  despejo na lata e completo com leite de gado.

Só Receitas Simples / baseado no Simple | por © Templates e Acessórios ©2011
▲ Topo